Cortinas: Qual Escolher?



20.03.2018, Por: Home To Go

A sala deve ter uma decoração agradável, refletindo a personalidade e o estilo dos moradores. Um dos fatores que contribuirá para que isso aconteça é a escolha das cortinas.

Sua função vai além de barrar a luz, o vento e dar privacidade: ela gera conforto acústico e visual, equilibra a composição da decoração e permite que o espaço ganhe requinte, beleza e harmonia.

A cortina é a moldura da decoração. Portanto, nada melhor do que ficar atento na hora da sua escolha para evitar erros que prejudiquem o visual da casa.

Existem vários modelos no mercado – com trilho, de varão, persianas, painéis. Para que a escolha seja acertada deve-se levar em conta a dimensão do ambiente, o tamanho da janela, a finalidade da sala e a decoração já existente.

Cortinas de varão: são modernas, leves, práticas e podem ser usadas em qualquer ambiente. É possível encontrá-las facilmente para compra e com ótimos preços.

Persianas: existem vários modelos, de materiais e cores muito bonitos. São modernas, aconchegantes e funcionais, permitindo a criação de uma decoração versátil e de personalidade forte. É possível escolher entre os modelos vertical e horizontal.

persiana horizontal

Painel: são bonitas, elegantes, muito utilizadas para grandes espaços e vãos de passagem

Cortina Romana: transmite a sensação de organização, limpeza e sofisticação.

cortina-romana-2

Cortina Rolo: ela cria um plano bem marcado e seu visual é neutro e elegante

De trilho: são as mais versáteis e podem ser encontradas em uma infinidade de materiais e modelos. O trilho poderá ser simples, duplo ou triplo, para a instalação de forro e blackout.

cortina-trilho

Escolha do tecido

A sala é um ambiente acolhedor que pode receber materiais leves e transparentes, como voil, linho, organza, chiffon, crepes e palhas de seda, renda de algodão ou sintética, rústicos leves e com um bom caimento.

Se ela for utilizada para assistir TV, houver muita incidência de raios solares ou se sua janela ficar muito exposta, poderá ser escolhido um material mais grosso, como brim, sarja, shantung de seda ou poliéster, chenille, veludo, lona, seda rústica ou linho puro.

Junto com a cortina principal, poderá ser usado um forro de algodão, gabardine, tergal verão, microfibra, malhas específicas ou blecaute que irá servir para proteger o ambiente e o próprio tecido do sol excessivo sem perder a delicadeza de um tecido mais transparente.

Comprimento e Altura da Cortina

O comprimento varia de acordo com o gosto de cada um, mas alguns itens deverão ser levados em conta:

A cortina longa que vai do teto ao piso, confere ao ambiente maior elegância. Seu visual é bonito e contribui para ampliar a sensação do tamanho da sala. O ideal é que o tecido arraste no chão de 2 a 4 cm no máximo. Caso você não goste, poderá fazer a barra deixando 1 cm acima do piso e o blackout, deverá ficar sempre no nível do chão.

As mais curtas deverão ser usadas, principalmente, quando houver um móvel abaixo da janela. Se ela ocupar todo o espaço da parede, poderá deixar o ambiente pesado. Com um modelo longo e estreito, na medida da janela, o ambiente ficará mais leve, podendo o espaço, que sobrou, ser usado para posicionar um quadro ou uma luminária. Outra opção é o modelo de rolo ou romano, que deve ficar 10 cm abaixo da janela.

É muito importante que você fique atento ao tamanho da janela e à medida do pé-direito:

O tecido da cortina precisa ter um bom caimento, assim como um tamanho ideal. Preste atenção também à distância correta em relação ao teto: o varão ou cortineiro geralmente são instalados de 20 a 30 cm acima da janela;

Dos lados é necessário passar 25 ou 30 cm de cada lado da janela para evitar o vazamento de luz;

Se a sua janela for baixa, procure instalar o trilho ou varão da cortina a uma altura bem maior do que ela; caso contrário, a impressão será a de que ela é achatada;

Se o pé-direito da sua casa ou apartamento for bem alto, superior a 2,70 cm de altura, instale a cortina na metade da distância entre a parte de cima da janela e o teto. Isso trará um bom efeito.

Mas, se você quer deixar o ambiente com uma aparência ampliada, experimente instalá-la o mais alto possível, chegando ao teto.

A cor da cortina deverá estar em harmonia com os demais componentes da sala. As cores neutras sempre combinam melhor com a decoração e não marcam uma época. Para não errar, use o branco, o bege ou o areia que são cores que ampliam e clareiam os espaços, deixando-os mais agradáveis.20

Para decorar seu apartamento, aproveite os descontos exclusivos da Home To Go para os condôminos da Lello!