Iluminação: Os Segredos Para Cada Ambiente



13.03.2018, Por: Home To Go

Alguma vez você já entrou em um ambiente e ficou maravilhado com a forma como a luz se difundiu? Provavelmente não, e por boas razões. Quando a iluminação é impecável ela quase passa despercebida. “Em um ambiente bem iluminado o que se destaca é o próprio ambiente, todo mundo se sente confortável e melhor, mas acabam não sabendo dizer por quê”. Lâmpadas e luminárias na medida correta, criam um espaço convidativo que incentiva as pessoas a ficar.

Posicione sua fonte de luz

Um equívoco comum é pensar que você precisa iluminar o ambiente todo. Em vez disso, tente incorporar vários pontos de luz. Ambientes iluminados são os que têm camadas de luz que combinam bem juntas. Escolha a sua fonte de luz e, em seguida, determine a melhor forma de difundi-la. A luminária correta pode fazer toda a diferença. Regule bem as intensidades e os tons para encontrar o equilíbrio ideal.

Tente sempre utilizar um dimmer

Para salas de propostos múltiplos, os dimmers são essenciais. Eles permitem flexibilidade regulando a intensidade dependendo da hora do dia, evento ou estado de espírito, além de serem ótimos para economizar energia reduzindo o consumo e aumentando a vida útil da lâmpada. Na verdade, cada fonte de luz vinda do teto deveria ser ligada por um dimmer. Afinal, com uma única fonte de luz no centro da sala, o risco de você ficar olhando para sua sombra durante todo o dia é grande.

Conheça as lâmpadas e suas características.

Lâmpadas fluorescentes devem ser evitadas a todo custo, elas fazem tudo parecer fora da cor e podem te deixar com a vista cansada. Lâmpadas fluorescentes compactas são uma ótima opção, no entanto, você precisa ser cuidadoso ao dispô-las no ambiente.

LEDs podem ter uma vida-longa, porém podem elevar o preço do projeto. Procure as de tons mais quentes que substituem muito bem as incandescentes mantendo um visual bem semelhante.

Considere a função do ambiente.

Para qual finalidade esse espaço será utilizado: Cozinhar? Assistir televisão? Fazer dever de casa?

Na sala de jantar, um lustre com dimmer funciona melhor. Se você estiver usando iluminação direcionada, cuidado para não focar a luz diretamente nos rostos dos convidados em torno da mesa. Iluminação de cozinha é mais complexa. Identifique suas áreas de trabalho e foque-as diretamente. Preferencialmente, as luzes de trabalho devem estar abaixo do nível dos olhos, tente configurá-las sob o fogão, armários e bancadas.

Em salas de estar, procure usar uma combinação de luminárias de chão, de mesa, e teto. Em ambientes assim, a iluminação deve ser parte da decoração. Os banheiros são mais complicados. Alguns dizem que precisam ser como uma sala de cirurgia, quanto mais brilhante, melhor. Porém outros preferem um brilho suave de arandelas de intensidade regulável. A dica é incorporar as duas somadas ao charme das luzes de vela que ajudam a relaxar enquanto você está na banheira. As suítes devem possuir boas luzes de leitura na cama e escrivaninha além de uma boa luz direcionada para se vestir. Qualquer iluminação superior deve ser controlada por um dimmer.

Aproveite os descontos exclusivos da Home To Go para os condôminos da Lello. Acesse www.hometogo.com.br e confira!