Lello Condomínios lança e-book sobre novo SPED para síndicos



15.06.2021, Por: Redação Lello

O Sistema Público de Escrituração Digital entrou em vigor no início de junho trazendo algumas novidades em sua aplicação

São Paulo, junho de 2021 - A Lello Condomínios, líder no segmento de administração de condomínios no país, acaba de lançar um e-book para orientar os síndicos sobre a aplicação do novo SPED (Sistema Público de Escrituração Digital). O material esclarece as etapas do eSocial (Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas), da EFD-Reinf (Escrituração Fiscal Digital de Retenções e Outras Informações Fiscais), do DCTFWeb (Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais Previdenciários e de Outras Entidades e Fundos), dos calendários de implantação e informações técnicas para aprofundamento no tema.

O lançamento do e-book vem junto com a implementação de duas novas e importantes etapas: a transmissão da Folha de Pagamento pelo eSocial e a transmissão dos dados dos prestadores de serviço do condomínio pela EFD-Reinf. Para melhor aplicação desses novos procedimentos, a Lello desenvolveu um sistema que integra a área de pagamentos a fornecedores com o sistema de gestão de departamento pessoal.

“A Lello vem acompanhando em todos os seus processos essa aceleração digital impulsionada pela pandemia, e com o SPED não seria diferente.  O novo sistema traz uma importante mudança no relacionamento entre o condomínio e a Receita Federal”,afirma Angélica Arbex, Diretora de Marketing e Inovação da Lello Condomínios.

O que os síndicos precisam saber sobre o eSocial, EFD Reinf e o DCTFWeb

Enquanto o eSocial e a EFD-Reinf entraram em vigor no início de junho, o DCTFWeb se iniciará em agosto deste ano. O e-book da Lello Condomínios esclarece os detalhes desses novos processos:

    • eSocial – tem como objetivo desenvolver um sistema de coleta de informações trabalhistas, previdenciárias e tributárias, que serão armazenadas em um ambiente virtual monitorados por órgãos como Ministério da Economia, Previdência Social, Caixa Econômica Federal e Receita Federal. Na prática, todo funcionário, prestador de serviço, pessoa física ou jurídica tem a obrigação de enviar informações dessa natureza por meio do eSocial. Todos os condomínios, por sua vez, precisam enviar essas informações nos prazos corretos.
    • EFD-Reinf – a novidade é relacionada às retenções dos impostos referentes as notas fiscais sem vínculo empregatício, como as emitidas pelos fornecedores dos condomínios. Com esses dados, a Receita Federal conseguirá cruzar dados de empresas tomadoras e prestadores de serviços, ajudando na vigilância de possíveis desvios. O protocolo da Reinf ficará disponível na pasta de prestação de contas mensal.

 

  • DCTFWeb – é a obrigação tributária acessória que unifica a transmissão de dados e geração de guia de pagamento mensal de INSS de fornecedores, autônomos, benefícios de síndicos e empregados de condomínios. Ela é gerada pelo próprio sistema do Governo, utilizando os dados prestados no eSocial e na EFD-Reinf. Vale lembrar, o DCTFWeb só ficará disponível em agosto.

Para saber mais sobre a realização do novo Sistema Público de Escrituração Digital leia nosso e-book completo clicando aqui. Interessados também podem tirar dúvidas na live que a Lello Condomínio que foi realizada dia 09 de junho, Assista aqui.

-

Sobre a Lello Condomínios: Fundada em 1954, a Lello é líder no segmento de administração de condomínios no país. Ao todo, são mais de 3 mil empreendimentos atendidos pela empresa, que atua na organização, otimização e orientação. Com grande foco em inovação, a Lello investe de forma consistente em pesquisas sobre a vida em comum por meio do Lellolab.