Manutenção de elevadores



24.05.2019, Por: Redação Lello

Cuidados preventivos corretos e contrato de manutenção adequado previnem muita dor de cabeça.

Imagine que você comprou um carro de luxo, último modelo, zero quilômetro. Você teria coragem de sair com ele por aí sem seguro? E depois, quando o veículo precisasse das primeiras manutenções, levaria na concessionária para  que um especialista da marca o avaliasse ou optaria pelo conforto de ir na oficina mais próxima da sua casa, que não é especializada?

 

O elevador do seu condomínio pode não ser um super carro de luxo, mas merece os mesmos cuidados de um modelo do tipo. Isso porque ele faz centenas de viagens por dia, transporta a sua família – e a dos seus vizinhos – e é um bem extremamente valioso para o seu condomínio.
E como tudo no condomínio, o elevador demanda cuidados específicos, que devem ser desempenhados por mão de obra qualificada, e manutenção preventiva – sempre melhor e mais barata que a corretiva.

 

Veja abaixo alguns cuidados importantes para mantê-lo sempre nas melhores condições de uso:

 

  • A empresa que faz a manutenção deve ser cadastrada na prefeitura
Muito cuidado ao trocar a empresa que executa a manutenção dos elevadores. Na cidade de São Paulo, a empresa deve ser homologada no Contru (Departamento de Controle do Uso do Imóvel) para emitir o RIA (Relatório de Inspeção Anual). O documento é expedido após o engenheiro da empresa inspecionar o elevador. Caso a empresa não seja cadastrada, o documento não é emitido e é o próprio condomínio quem será notificado pela prefeitura – uma dor de cabeça que você, como síndico, com certeza quer evitar.
Seria como pagar com desconto em um despachante que não tem cadastro em nenhum órgão de trânsito. Quando um policial parasse seu carro na rua, a responsabilidade pelo documento não estar em dia seria sua.

 

  • Tipos de contrato de manutenção para elevadores
Os condomínios podem optar por dois tipos de contrato: aquele que engloba só mão de obra – os chamados de conservação – e os que também englobam peças – os contratos de manutenção, que são um pouco mais caros.
“É importante destacar que antes de optar por um ou outro, deve-se analisar o quanto o condomínio vem gastando com peças”, explica Raquel Tomasini, gerente de produtos e parcerias da Lello Condomínios. Em caso de condomínios novos, o mais comum é focar no serviço de manutenção da empresa fabricante, para que se possa desfrutar da melhor forma da garantia do equipamento – é como levar seu carro na concessionária para fazer as primeiras revisões.

 

  • Contrato com a fabricante ou com outras empresas?
Buscando economia para o condomínio, muitos síndicos podem optar por um contrato de manutenção com outras empresas, que não as fabricantes do equipamento.
“A diferença de preço pode chegar a 40% no mesmo tipo de contrato”, explica Raquel Tomasini. Mas, sabemos, economia não é tudo.
“Às vezes, outras empresas não se adaptam à tecnologia do elevador, podem repor peças por outras que não sejam originais, o que pode acarretar em um custo maior quando o elevador precisar de uma grande modernização”, aponta Raquel. A dúvida que  fica é: esse desconto vai valer a pena depois?
A grande maioria dos clientes da Lello entende que não. Isso porque 73% dos nossos clientes optam pela manutenção com a empresa fabricante.
“Acreditamos ser essa a escolha mais segura para os condomínios, mesmo que um pouco mais cara”, analisa Raquel.

 

  • Seguir o calendário de manutenção
É senso comum: é muito mais barato e seguro cuidar de algo antes que os defeitos e problemas aconteçam. O mesmo vale para o seu elevador e seu carro! Cuidar para evitar desgastes no equipamento deve ser uma máxima do calendário de manutenção do seu elevador.
“É importante que os síndicos tenham consciência que, atualmente, há muita tecnologia envolvida nos cuidados com os elevadores. Acompanhar o calendário da empresa, se as visitas estão sendo feitas, as peças que sejam necessárias trocar é fundamental. Isso ajuda a manter o equipamento em condições adequadas de uso e evita gastos desnecessários no futuro”, aponta ela.
Fonte: Raquel Tomasini, gerente de produtos e parcerias da Lello Condomínios.

 

Simplifique sua forma de viver em condomínio, Vem pra Lello!

Aqui na Lello contamos com ótimos profissionais e produtos que entendem todos os problemas e aperfeiçoam cada vez mais a vida em condomínio.
Organizar, otimizar e orientar é o nosso papel! 

CLIQUE AQUI e descubra como!