Plano São Paulo e os Condomínios!



09.09.2021, Por: Redação Lello

Em 17/08/2021 o Governo do Estado de São Paulo revogou o limite de horário e da capacidade de pessoas no comércio e serviços. Ainda está no planejamento a liberação de shows em pé, pistas de dança e torcida em estádios de futebol a partir de 1º de novembro de 2021. Não foram divulgadas quais serão as premissas ou as exigências para a realização de grandes eventos. As máscaras devem ser obrigatórias até pelo menos o final deste ano.

Os condomínios não podem criar barreiras de acesso a visitantes (exigência do teste PCR de Covid-19 ou um comprovante de vacinação) como pode ser feito em restaurantes e casas de shows. Diante deste cenário, nós queremos compartilhar com vocês a nossa orientação com relação ao impacto destas medidas nos condomínios:

Orientações:

O aumento da circulação de não moradores nas áreas comuns do condomínio aumenta o risco de contágio de todos que circulam na área. Logo, a decisão de liberar estas áreas deve ser coletiva;

Para liberar salões de festa, salas gourmet e churrasqueiras você pode utilizar a ferramenta da Lello de enquete e estruturar uma escuta dos seus moradores. A decisão colegiada é a mais adequada;

Em caso da decisão de liberação destas áreas deve haver uma maior sinalização das áreas comuns lembrando a obrigatoriedade de máscaras para circulação fora dos espaços de festa;

Para a abertura destes espaços, deve haver uma comunicação com todos os condôminos lembrando a capacidade máxima das áreas previstas em regulamento interno e as regras para acesso a estes espaços para os visitantes;

O não cumprimento destas normas precisa ser sinalizado ao condômino da maneira adequada para inibir o descontrole;

Para finalizar com relação ao uso das áreas comuns do condomínio pelos moradores, a flexibilização deve acompanhar o movimento da cidade, naturalmente. Mas não é o momento de relaxar as normas de higiene e uso de máscaras. O vírus ainda circula com força.

 

Para todos os temas relacionados ao controle da pandemia temos o protocolo de biossegurança da Lello desenvolvido em parceria com a UFSCAR. Ele tem orientação completa e abrangente e muito material de sinalização. Consulte aqui.

 

A Lello é a maior administradora da vida em comum no Brasil, responsável pela gestão de cerca de mais de três mil empreendimentos na Capital paulista, ABC, Campinas, Jundiaí, Piracicaba e no litoral do Estado. Existem hoje cerca de um milhão de pessoas que vivem em locais administrados pela Lello. Sempre a procura de como a tecnologia pode melhorar e facilitar a vida em comum, a Lello tem uma séria de iniciativas pioneiras que está alterando a forma como as pessoas enxergam suas comunidades.